All for Joomla All for Webmasters
CHUTE BOXE

CHUTE BOXE

Proin Non Nibh Sed Lectus Convallis Tincidunt Eget Nec Arcu. Suspendisse At Mollis Est. Donec Auctor Molestie Urna, Non Ultrices Elit Elementum In.

Website URL: http://Nootheme.com

Rudimar Fedrigo

Out 13 2016 / Published in Menus / Tagged under
/

Originário de uma família de imigrantes italianos que vieram tentar a vida no Brasil plantando soja e criando gado, Rudimar Fedrigo encontrou sua verdadeira vocação em área muito distinta: as Artes Marciais. Após aprender Muay Thai com o lendário Nélio "Naja", introdutor do esporte no Brasil, Rudimar criou sua própria equipe, a Chute Boxe. Com um estilo muito especial de ensinar, pautado por muita liderança, dedicação e cabeça aberta para outras modalidades, Fedrigo conseguiu formar um exército de campeões mundiais. Hoje, é difícil não associar os títulos conseguidos por Wanderlei Silva (Pride), "Pelé" Landy (IVC), Anderson Silva (Shooto), Murilo "Ninja" (Meca) e Assuério Silva (Meca) a Rudimar Fedrigo, sem dúvida um dos técnicos de Vale-Tudo mais respeitados da atualidade.
Hoje Rudimar Fedrigo além de ser o dono de uma das marcas mais valiosas do mundo da luta já foi eleito o secretário de esportes da cidade de Curitiba e hoje atua como sub-secretário de esportes do estado do PR, coordenando eventos e movimentando o esporte no estado.


COMO VOCÊ, UM DESCENDENTE DE AGRICULTORES ITALIANOS, SE INICIOU NAS ARTES MARCIAIS?

Os pais dos meus pais vieram da Itália e se instalaram numa colônia de italianos no Rio Grande do Sul. Depois os meus pais venderam os terrenos e vieram para o Paraná se aventurar na plantação de soja e criação de gado. Quando eu tinha entre 12 e 13 anos sofri um acidente gravíssimo. Estava andando de bicicleta, uma pessoa abriu a porta do carro, eu caí e o carro passou por cima da minha perna. Tive uma fratura exposta terrível. Passei muito tempo parado. Após a cirurgia, fiquei com gesso e tração na perna. Os médicos diziam que eu ia ficar com uma perna mais curta que a outra e que deveria procurar um esporte que fosse uma fisioterapia. Acabei lutando Muay Thai e a perna que eu quebrei acabou sendo a mesma que eu chuto e tenho mais flexibilidade.

POR QUE ESCOLHEU O MUAY THAI?

Na época, um carioca chamado Nélio Naja estava introduzindo o Muay Thai aqui em Curitiba. Tinha muita gente andando nas ruas com camisetas e aquilo despertou o meu interesse. Foi aí que conheci o Nélio, que tinha o apelido de Naja porque dizia que os golpes do Muay Thai têm que ser que nem os botes de uma naja, rápidos, certeiros e mortíferos. Entrei com 13 anos e comecei a treinar muito. Era fissurado, treinava duas vezes por dia.

QUAL O SEGREDO DA SUA INABALÁVEL LIDERANÇA À FRENTE DA EQUIPE?

Disciplina, respeito e amizade. Vários atletas chegam ao ponto de se aconselhar comigo com relação a problemas financeiros e sentimentais. O líder tem que ter pulso firme e muitas vezes ser duro com seus atletas.Não adianta preparar os lutadores só na parte física, tem que se preocupar com a parte mental também. E eu me preocupo muito com isso. Quando um lutador vai lutar todo mundo ajuda. Os japoneses costumam dizer que os atletas da Chute Boxe entram no ringue para matar e não para morrer. Tenho certeza que a nossa equipe vai fazer história no Vale-Tudo, ainda temos muitos talentos a serem revelados.

A Chute Boxe

Out 13 2016 / Published in Menus / Tagged under
/

A Chute Boxe foi fundada em 1979 por Rudimar Fedrigo que após sofrer um grande acidente de bicicleta iniciou sua recuperação ultizando as artes marciais onde  conheceu Nélio Borges de Souza (Naja) que lhe apresentou o Muay Thai. Esse foi o primeiro contato de Fedrigo nas artes marciais e após se graduar como nível preta decidiu criar sua própria academia.
 

A primeira equipe  Chute Boxe de competição foi formada em 1987 e tinha sete lutadores: “Paulinho” (70kg), Noguchi (78kg), Giovani (110kg), Raimundo (85kg), Edmar (70kg) e Claudio “Popeye”, que era conhecido como o Wanderlei Silva na época pois toda luta dele terminava em nocaute. 
 

Sua ideologia inicial foi a de ser uma academia de Muay Thai mas em 1991 começou a incluir também os treinamentos de Jiu-Jitsu e iniciou ali suas competições no Vale-Tudo (antigo nome do MMA). Depois deste periodo a Chute Boxe chegou a ser considerada a maior academia de MMA do mundo, conseguindo através de seus feitos os maiores títulos do MMA mundial.

Nilson de Castro venceu Ulisses por nocaute técnico aos 2:22min do 1º round.

Jamanta vence no Samurai Fight Combat

Jul 18 2013 / Published in Photo / Tagged under /

No sábado, dia 1° de outubro o Power Samurai Qualify desceu a Serra do Mar e ancorou no Balneário de Matinhos, para presentear os fãs de MMA que residem no litoral do Estado do Paraná com seis lutas que colocou em disputa a rivalidade entre atletas da capital frente atletas do interior.